Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Último Reduto

O pensamento é o meu refúgio, o último reduto daquilo que sou.

Último Reduto

O pensamento é o meu refúgio, o último reduto daquilo que sou.

A Europa além da pandemia

Potenciais riscos para a paz

No centro das deterioradas relações entre Erevan e Baku encontra-se a região do Nagorno-Karabakh, no Cáucaso do Sul, onde há interesses divergentes de diversas potências, em particular da Turquia e da Rússia que em parte fazem parte da Europa. A própria União Europeia assinou em 1999 com o Azerbaijão um acordo de parceria e cooperação com o intuito de proteger e “promover um conjunto de países bem governados, ao Leste da União Europeia”. A parceria Oriental da União Europeia com o Azerbaijão, Arménia, Geórgia, Moldávia, Ucrânia e Bielorrússia teve como objectivo melhorar as relações políticas e económicas dos seis países pós-soviéticos, que possuem uma importância estratégica de segurança e estabilidade, nomeadamente para o abastecimento energético vindo do Azerbaijão, país rico em petróleo e em recursos naturais encontrados no Mar Cáspio. Este conflito veio colocar essa estratégia em causa.

Entretanto, a União Europeia processa o Reino Unido por quebra do direito internacional. O acordo para o Brexit não está a ser cumprido pelo Reino Unido, estando ainda muito nebulosas as consequências que daí advêm. O que acontecerá se o Reino Unido continuar a não cumprir o acordo?

Os populismos, a extrema militarização, e as democracias tradicionais a perderem a noção dos seus fundamentos são um ataque aos valores europeus. A Bielorrússia, conhecida como a “última ditadura da europa” volta a dar provas de que a sua democracia não está consolidada. Não é caso único. Na Polónia, o nacionalista e ultraconservador Governo não hesita em sacrificar a Justiça, a Liberdade, a Democracia, os Direitos Humanos e o Estado de direito. A Turquia, que esteve na calha para se tornar membro da União Europeia, membro actual da NATO, tem como presidente Erdogan, um líder cada vez mais autoritário, de um país cuja política externa não demonstra uma estratégia coerente.